POLÍCIAS DE CAMOCIM, CHAVAL, GRANJA E BARROQUINHA INTERCEPTAM CARGAS DE CIGARROS AVALIADAS EM R$ 1 MILHÃO DE REAIS.

POLÍCIAS DE CAMOCIM, CHAVAL, GRANJA E BARROQUINHA INTERCEPTAM CARGAS DE CIGARROS AVALIADAS EM R$ 1 MILHÃO DE REAIS.

 

Uma megaoperação das policias de Camocim, Chaval, Granja e Barroquinha interceptaram duas cargas de cigarros contrabandeados vindos do Suriname, pequeno país sul-ameriacano. As duas cargas foram avaliadas em cerca de R$ 1 milhão pelos policiais. A operação foi desencadeada no início da manhã dessa quinta-feira (31), após uma ligação anônima dando conta que em um braço de rio denominado de Camboa da Chapada, na localidade de Chapada/Barroquinha, havia um barco de ferro nas margens desembarcando uma grande quantidade de mercadoria em umas caixas em dois Caminhões de grande porte.   Diante da gravidade da informação, o Major Assis Azevedo reuniu os policiais do Destacamento de Barroquinha, de Chaval, da Força Tática de Camocim e de Granja, do Serviço Reservado e ainda do BPTur e foram todos para o local onde informava a denúncia. Com os policiais já todos divididos de forma estratégica, uma equipe comandada pelo Sgt Marcos conseguiu abordar um dos caminhões suspeitos, um caminhão Baú Volkswagen modelo 29220 de cor branca Placas ILQ 5949 de Recife-PE.  O caminhão estava completamente lotado de mercadorias acondicionadas em caixas de papelão e ao ser aberta algumas delas, tratava-se de óculos importados e cigarros de marca Record. Quando os Pm’s indagaram sobre a procedência da mercadoria ao Sr. Henry Ferreira de Lima, natural de Recife-PE, motorista do veículo, ele respondeu que não tinha nota fiscal e nem ao menos sabia que tipo de mercadoria ia conduzindo, sendo que nesse momento ele recebeu voz de prisão dos policiais e foi conduzido para a delegacia municipal da cidade de Chaval.

Ainda pela manhã, o segundo caminhão foi abordado na beira do rio pela equipe do Sargento Jerli. Trata-se de um caminhão IMP Mercedes Benz, ano 1989/1990 de Placa HUP 2352 de cor branca, de Fortaleza-CE, o qual estava em posse de dois homens identificados como José Tupinabá Caetano de Alencar, natural de Fortaleza e João Bosco Negrão da Silva Quaresma, natural de Abaetetuba-PA, sendo esse segundo o proprietário da carga.  Em uma rápida conferência na carga descobriu-se que ela também continha os mesmos produtos do primeiro veículo e ao serem indagados sobre como as cargas tinha chegado até aquele local, o relato dos acusados foi que por volta das 05h30 da manhã de quinta-feira (31), um barco vindo de São Luiz do Maranhão, deu porto na localidade de Chapada trazendo toda a mercadoria e que eram oriundas do Suriname, um pequeno país sul americano.  Os acusados e toda a carga apreendida (cerca de 700 caixas de produtos pirateados) foram levados até delegacia de Chaval e entregue ao delegado de plantão que presidiu todo o procedimento legal, sendo que os três indivíduos foram autuados em flagrante delito por Violação aos Direitos Autorais, com base no Art.184- Parágrafo 2º do CPB. Já a noite, os dois caminhões foram escoltados por uma equipe da Força Tática de Camocim e por policiais do Destacamento de Chaval até a sede da Receita Federal de Sobral.

com informações do camocim policia 24 hs e fotos do blog barroquinha noticias

fonte, O Portal de Notícia de Granja

postado por Genival