José Aldo defende cinturão dos penas e brasileiros saem com saldo positivo

José Aldo defende cinturão dos penas e brasileiros saem com saldo positivo

O brasileiro José Aldo foi superior ao norte-americano Frankie Edgar e defendeu seu cinturão dos penas do Ultimate, na última luta do UFC 156. Além de Aldo, os brasileiros Demian Maia, Antônio Pezão e Rogério Minotouro também triunfaram, na noite deste sábado, em Las Vegas.

 

Em uma luta acirradíssima, o campeão dos penas, José Aldo, venceu o ex-campeão do leves, Frankie Edgar. A luta foi para a decisão dos juízes, que votaram de forma unânime em uma vitória do brasileiro.

No co-evento principal do evento, Rogério Minotouro fez uma luta morna contra o Rashad Evans e venceu na decisão dos juízes. A luta foi toda decidida na trocação. O brasileiro, com seu boxe afiado, conseguiu ser um pouco superior ao ex-campeão dos pesados. Com a vitória, Rogério melhora sua situação na categoria até 93kg no Ultimate.

Grande nocaute 

O grande momento do UFC 156 foi também em uma vitória brasileira. O peso-pesado Antônio Pezão conseguiu uma virada surpreendente sobre o holandês Alistar Overeem. Após perder os dois primeiros rounds, Pezão nocauteou Overeem com uma sequência de socos avassaladores.

Pezão nocauteia Alistar Overeem |Foto: Agência Getty Images

Pezão fica agora entre os tops da categoria dos pesados e próximo de ganhar uma chance pelo cinturão, que hoje se encontra com Cain Velasquez. 

Outro brasileiro que venceu e se colocou entre os melhores do seu peso foi o paulista Demian Maia. O especialista em jiu-jítsu dominou o duro Jon Fitch durante três rounds, mostrando-se afiado nas quedas e no controle da luta no chão. 

O único lutador do País a sair derrotado do octógono foi o potiguar Gleison Tibau. O atleta foi derrota por pontos pelo norte-americano Evan Dunham.

Tags

fonte, DIÀRIO DO NORDESTE

postado pór Genival.