Jijoca registra dois acidentes aéreos em sua historia

Jijoca registra dois acidentes aéreos em sua historia

 

 
Apesar de não terem sido registrados incidentes graves envolvendo aeronaves no Ceará pelo menos desde 2002, os dados levantados junto ao relatório final da Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) mostraram que o estado é o terceiro do Nordeste com o maior número de acidentes aéreos contabilizados nos últimos 11 anos. 
 
Desde 2002, nove aeronaves se envolveram em acidentes somente no território cearense. O relatório também identifica qual foi o tipo de ocorrência registrado em cada caso. A falha de motor ou a perda de controle em voo e em solo foram os principais motivos dos acidentes no estado presentes no documento. Em 2012, não aconteceu nenhum tipo de incidente. 
 
Relembre alguns acidentes
Desse total, dois acidentes aconteceram no Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza. Em um dos casos, uma falha na potência do motor provocou a queda de altitude e velocidade da aeronave, que se chocou contra o muro de uma casa, destruiu o telhado de uma segunda residência e parou somente quando já estava sobre o telhado de uma terceira residência, onde ficou sustentada pela laje.
 
Os outros registros foram nos municípios de São Benedito, Apuiarés, Guaiúba e Iguatu. O aeródromo instalado na cidade de Jijoca de Jericoacoara também foi palco de dois acidentes neste período. Em 2007, o piloto perdeu o controle da aeronave e colidiu contra árvores localizadas na parte lateral da pista. 
 
fonte, Jangadeiro online
postado por Genival